Síntese do Chat I (17.05.2010). GSI/Senai

Após a realização dos chats podemos fazer uma breve síntese do que foi comentado, a fim de possibilitar a uniformização das informações. Ou seja, a idéia é sintetizar, na medida do possível, o que foi objeto de reflexão.  A intenção era, além de apresentar a disciplina e sentir a turma, também já iniciar a compreensão das três primeiras unidades. Em resumo a minha percepção e opinião foram:

v     o ambiente virtual é apenas mais um ambiente social e deve ser tratado da mesma forma como nos comportamos nos ambientes de escola, trabalho, família, igreja, clube, etc.v     as tecnologias possuem duas facetas: a boa e a má, depende de cada um de nós a forma de usá-las;v     o cyberespaço possui algumas características específicas: transnacionalidade, velocidade, simultaneidade, volatilidade, ilimitação espacial, acessibilidade total e diversidade de usuários; (cfe. slides publicados na Biblioteca)v     sua principal filosofia é a liberdade, tornar-se um espaço público o que leva a alguns reflexões específicas: qual perspectiva crítica adotar? como evitar ou diminuir o apartheid tecnológico? onde se encontram o “bem” e o “mal” sobre um território virtual tão novo que a tradição de gerações passadas não dá conta? até onde somos apenas espectadores, marionetes do sistema ou, de outro lado, co-autores, responsáveis pelo bem-estar próprio e do outro? até que ponto o enorme conjunto de informações existente e que continua a ser diariamente inserido no ciberespaço representa maior sabedoria?  v     liberdade não combina com responsabilidade, o que gera uma maior insegurança e o choque entre duas necessidades sociais: limites ao comportamento individual x preservação das liberdades públicas e privadas; em outras palavras: auto-limite x liberdade; privacidade x publicidade;v     de um lado a Internet faz desaparecer os intermediários econômicos, políticos, jurídicos, culturais, entre outros, permitindo o acesso a tudo e a todos, mas, por outro lado, pode acarretar uma inflação virtual, uma cegueira coletiva da humanidade, que acaba tendo um descontrole na relação com o real, já que para alguns autores, a Internet é considerada “a mais vasta empresa de transmutação de opinião” [1]. VIRILIO, 1999, p. 69; 92; 107; 110.v     como conseqüência temos o que chamamos visão eco-sistêmica: nossa sociedade, compreende muito pouco o que sabe. E tem ainda menor sabedoria em relação à informação que domina. v     a velocidade, curiosidade e auto-exigência de ficar informado de tudo está nos levando a um falso pânico?v     estamos vivendo a exigência de desenvolver o auto-limite, sem a necessidade da interferência do Estado, de leis, etc. é a auto-regulamentação ética x diminuição do poder estatal;v     a lei só surge diante de uma necessidade concreta de regulamentação/controle social;v     se de um lado temos a liberdade do cyberespaço, de outro tem-se a soberania dos países e a dificuldade do controle/prova e punição dos eventuais prejuízos. Ufa, acho que era isto, tentei sintetizar tudo que li nas participações de vocês, dando os meus “pitacos”. Volto a recomendar a leitura do que se encontra na Biblioteca, além do material que vocês já dispõem da disciplina e estamos todos abertos a novas reflexões.No próximo Fórum vamos nos focar na unidade IV, leiam e tragam dúvidas.Boa noite. 

Published in: on 18 de maio de 2010 at 1:08  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://ericallf.wordpress.com/2010/05/18/sintese-do-chat-i-17-05-2010-gsisenai/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: