Poemas para acalmar a alma…

Da minha janela,

Vejo o mundo, em franca atividade, evoluindo, competindo e crescendo….
da janela vejo as pessoas, indo e vindo, correndo e buscando,
querendo crescer e conquistar um lugar neste mundo.
Da janela vejo o tempo, brilhante ou chuvoso,
por aqui passam e aqui fico eu assistindo este espetáculo da natureza,
o calor do sol, quente como um beijo,
o frio da chuva, escorrendo como lágrimas,
o vento brincando com meus cabelos
e os sons do universo acalentando meu espírito.
Protegida contra tudo e todos fico só,
assistindo pela minha janela tudo que se passa lá fora.
Vejo crianças brincando, pássaros voando,
consigo até ver o mar, senhor absoluto da terra,
cujo humor pode mudar de uma hora para outra,
furioso em suas ondas, ou calmo com suas marolas.
Minha janela é um telescópio para a vida,
para o mundo que gira lá fora,
é minha companheira de solidão ou comparsa de minhas alegrias.
Posso ir até ela para chorar ou para gritar de felicidade, porque ela estará sempre ali,
seja no carro, no trabalho ou em casa,
onde houver uma janela haverá uma emoção.

*********************
Tempo

O tempo é engraçado. Quando o temos o bastante,
nada fazemos com ele, porém basta não tê-lo mais,
que voce precisa desesperadamente dele.
O tempo corre quando estamos alegres,
quando amamos,
mas pára quando sofremos, demora com a dor ou quando esperamos por aquele que nos faz bem.
Tempo bom, tempo ruim, influencia no nosso humor,
na roupa que escolhemos,
nas atividades que praticamos.
Tempo, porque és tão importante? deixas marcas e curas feridas.
Me lembro do tempo dos meus avós, e como será o de meus filhos? tempo vó, tempo mãe, tempo filha…..
O tempo não para, segue sempre em sua velocidade
constante para algo inconstante, não muda seu rumo, apenas seu valor,
se modifica no espaço,
conforme a pessoa que o utiliza.
Tempo, quero utilizá-lo sabiamente para aproveitar as delícias que podes me proporcionar.
Venha devagarinho, quietinho, chega de mansinho, acalenta meus sonhos, seca minhas lágrimas, apaga minhas lembranças,
me abraça com carinho,
pois és meu eterno companheiro andarilho.

*********************************

Published in: on 28 de junho de 2007 at 21:49  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://ericallf.wordpress.com/2007/06/28/poemas-para-acalmar-a-alma/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: